A vida é tão rara

Feche os olhos, faça silêncio, preste atenção: há um mundo inteiro ao seu redor e outro ainda mais bonito dentro de você. Fique quietinho e escute como caem doces os pingos de chuva ao se desmanchar na grama encharcada. Ouça o vento balançar os galhos das árvores, sinta o cheiro de terra molhada invadir o seu olfato e a vontade de comer bolinhos aguçar seu paladar.

Vamos nos concentrar um pouco mais? Garanto que estes pés descalços são capazes de sentir cada vinco, cada textura do piso frio. Que suas pernas sentem a sua roupa, que seus ombros agora acordados e irão relaxar e dormir outra vez. Aposto que seus pulmões irão se encher de ar fresco e limpo e que um sorriso, mesmo tímido, irá invadir o seu olhar.

Shiiiii! Pense baixo, apenas ouça. Olha que gostoso: isso se chama paz! Coloque sua mão no peito, valorize o que está acontecendo agora. Consegue sentir? São as batidas do seu coração. A cada “tum” uma nova chance para começar, recomeçar, acreditar, apostar e arriscar. Um novo caminho para aprender, para viver, reviver, conviver. Uma oportunidade única para sorrir, distrair, ouvir e transmitir.

Quando tudo estiver parecendo desmoronar, lembre-se: sempre há uma saída. Quando nada mais tiver sentido, acredite: você é o sentido. Se a família não o abraçar, se os amigos de ti esquecer, se os méritos que mundo tanto cobrou já não são mais suficientes, não te desesperes.

Sempre há. O que? Não importa, a gente descobre! Sempre há um caminho, uma solução, uma saída positiva, uma oportunidade para viver e acreditar, uma outra forma de olhar o mundo de cima do topo de uma montanha. Quando menos esperar, um amor de passarinho vai pousar no ninho do seu coração. Quando menos esperar, a alegria de uma criança irá colorir tua alma monocromática. Quando menos esperar, novas razões para continuar acreditando irão existir. 

Se não for por eles, pelo mundo, pelas pessoas, que seja por você! Abrace-se! ❤

***

Este texto foi escrito para todas as pessoas que, em algum momento da vida, pensaram em uma alternativa que não seja viver. Se você estiver precisando de ajuda e quiser conversar, o Centro de Valorização à Vida está disponível por chat, e-mail, telefone e há atendimento pessoal. Se preferir, deixo meu e-mail (ambrasil7@gmail.com) à disposição para desabafar. Posso te ouvir? Obrigado por continuar acreditando! Como diz Lenine:

“A vida é tão rara.”

Anúncios