Projeção

Me sinto no meio do universo

Nem perdido

Nem encontrado

Apenas procurando meu caminho

E próximo da placa de indicação

 

Me sinto flutuando entre estrelas

Sobre planetas e objetos sem nome

Solitário e confuso entre mundos

Todos eles, inclusive o meu

 

Me sinto metódico, me sinto impalpável

De um sentimento puro, bandido e indomável

É uma paz que erradia luz e também cor

Um som sem vibrações

Mas de  poderes tão grandes

Que nenhum humano é capaz de compreender

 

Me sinto caminhando todos os dias

Para o meu próprio caminhar

E, até chegar no ponto de partida

Faço dos grandes meus colegas de luta

E com eles aprendo para onde devo fixar meu olhar

 

Há dentro de mim um turbilhão de perguntas

E fora, outro de respostas

O medo é de cada uma se encaixe na outra

E nada me sobre se não olhar

Mas isso não posso fazer

Pois só o olhar já é uma pergunta disparada

 

A visão é uma resposta à caminho

O sentir é um comunicado dado

O ouvir é uma prévia do passado

O tocar é a confirmação do presente

E o falar é a enunciação do futuro.

 

Para os amigos:

Angela Tessaro

Cintia Rayane

Derliz Moreno

Paulo Ferreira

Daniela Paiva

Andressa Ferreira.

 

Anúncios