Renda-se

TEXTO NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS.

Leia este texto ao som de Moonlight Sonata do mestre Beethoven.

Sua pele é clara como os levíssimos flocos de neve que nunca caem nesta estação. Seus olhos são castanhos, profundos, curiosos. Você me parece o tipo de homem que nunca sabe o que quer: o peixe fresco do rio ou o que está na mesa à sua disposição. A mão enorme, de palma grande, é cheia de calos causados pelo trabalho e sacrifício no campo. Você é o tipo que acorda ao raiar do sol e também com ele volta-se a deitar.

Crioulo. Moço da roça. Ama a Deus sobre todas as coisas. Obedece ao pai e à mãe. Vai à missa todo domingo. Sai pelos bailes aos sábados à noite. Mas volta sozinho pra casa porque nunca encontra o que quer, só acha o que não quer, no cardápio só há mulher.

Você faz o tipo lenhador rústico, forte, bruto de socar o chão. Mas todo lenhador tem seu machado preferido e eu serei a sua lâmina predileta. Você é como aqueles caras que bebem cerveja, arrotam e cospem no piso para provar a masculinidade que falta. Espelho dos seus tios bêbados, dos seus ancestrais leoninos. Um brutamontes por fora. Uma pantera por dentro. Você é uma mentira para si mesmo, uma bela mentira.

Porque além de xingar, humilhar e desdenhar, deseja.

Além de serrar, plantar e colher, ordenha.

Além de tomar, comer e beber, mama.

Além de mandar, gritar e esbravejar, sussurra.

Você é a sombra do próprio preconceito sob a luz do próprio desejo. O que te consome, o que te provoca, o que faz seu pau ficar duro e seus mamilos coçarem não são pernas macias sob saias cheirando à talco. O que te seduz, o que te delicia, o que te morde, não é o anjo do amor, mas o demônio da paixão. O deus do pecado.

Pode demorar, mas você vai se render. Vai sucumbir a máscara de macho, padecer em seus pesadelos, abraçar o prazer e deliciar-se da vida. Pode não ser agora ou amanhã. Mas vai chegar o dia em que você vai abrir para si uma exceção. E nessa hora vou te provar que eu e você somos mais iguais do que parecemos ser. 

ndia.jpg

Gostou deste texto? Leia muito mais no meu 1º livro. Baixe agora na Saraiva:

livro-alma-alexandre-martins-comprar-saraiva-ebook

Anúncios